Neste blog muita informação sobre a história da Bossa Nova.
Acesso direto às publicaçòes no Rádio Forma & Elenco sobre:

Wilson Simonal, - Maysa, - António Carlos Jobim, - Tuca

Zecalouro, - Elis Regina , - Dick Farney , - Zito Righi

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Various Artists - Bossa 12 Vezes (1965)

.
.


Originalmente postado no Loronix em 03 de janeiro 2007.
Comentários originais incluídos

Here is another cool record sent by Caetano Rodrigues to Loronixers, Bossa 12 Vezes (1965), for Farroupilha, mixing four different artists - really different - on a single LP, featuring, Jongo Trio, Leny Eversong, Conjunto Farroupilha and Bobby Mackay (completely unknown to zecalouro). Refer, if you can assist us on Bobby Mackay, we appreciate.

Have you ever stop to think how many good records were released in 1965? What a year! I like statistics and I think that it would be very interest if someone makes to Loronixers some kind of Loronix albums per year chart. I'm quite sure that we will see 1965 taking the lead over the other years.

Tracks include:


01 - A Resposta (Marcos Valle / Paulo Sergio Valle) - Conjunto Farroupilhas
02 - Aleluia (Edu Lobo / Ruy Guerra) - Leny Eversong
03 - Seu Chopin Desculpe (Johnny Alf) - Jongo Trio
04 - Bossa Nova (I Say) (B. Mackay / J. Bradford) - Bobby Mackay
05 - Samba Internacional (Sidney Morais) - Conjunto Farroupilhas
06 - Arrastão (Edu Lobo / Vinicius de Moraes) - Leny Eversong
07 - Ela Vai Ela Vem (Roberto Menescal / Ronaldo Bôscoli) - Jongo Trio
08 - Cool Cool Samba (J. Bradford / R. Simpson) - Bobby Mackay
09 - Rio Rio (Francisco de Assis Bezerra de Menezes) - Conjunto Farroupilhas
10 - Gangazuma (Carlos Cruz / Almeida Rego) - Leny Eversong
11 - Garota Moderna (Evaldo Gouveia / Jair Amorim) - Jongo Trio
12 - The Girl From Sout Zone (Balanço Zona Sul) (Tito Madi / Vrs. B. Mackay / Vrs. D. Gordon) - Bobby Mackay


5 Reply to "Varios Artistas - Bossa 12 Vezes (1965)"

Refer on Wednesday, 03 January, 2007
Falaí, Zeca!
Bobby McKay veio da Guiana Inglesa para o Brasil, assim como Cy Manifold e Dave Gordon, no começo dos anos 60. Manifold se estabeleceu no Rio, enquanto Bobby McKay e Gordon ficaram em SPaulo, cantando na noite - repare que os 2 assinam a versão de 'Balanço Zona Sul'. McKay morreu há uns 10 anos, teve discos próprios editados e cantou no grupo de Cesar Camargo Mariano. Dave Gordon canta na noite paulistana até hoje.


zecalouro on Wednesday, 03 January, 2007
Comendador Refer,
Certamente você tirou tudo isso de sua privilegiada memória sem consultar nenhuma fonte...
Já disse que és uma mente brilhante e dono de um texto irretocável, que não parece que foi simplesmente escrito mas talhado na madeira como uma verdadeira obra de arte.
Obrigado.
Gostou da bolacha?
Abraços, zeca


Refer on Wednesday, 03 January, 2007
Zeca,
Assim, o rubor me queima a cara e a vaidade pulsa...
Ainda não baixei o disco, isto é ainda não ouvi, porém já gostei.
Informaçãozinha paralela que tem a ver com que escrevi e, idem, com o disco publicado: Leny Eversong, em meados dos 60 em diante, fechou um tipo de parceria com Cy Manifold e, juntos, fizeram várias excursões pelo Brasil, cantando em dupla, inclusive. Quem sabe, exista algum material gravado disso... (?)


bossanovadreamer on Wednesday, 03 January, 2007
Great album- I am really surprised about .
Thanks a lot Caetano
Best wishes


Ricardo Antunes on Thursday, 04 January, 2007
Excelente disco! Estou muito contente em achar um discos raro como esse da Leny Eversong disponilbilizado! Estou fazendo uma pesquisa sobre a Leny Eversong e gostaria de saber mais sobre o Cy Manifold a quem o Refer se referiu.
Grato! Thanks A Lot!




.
.

®

Ramsey Lewis Trio – Bossa Nova (1962)

.
.




Originalmente postado no Loronix em 27 de agosto 2007. 

Comentários originais incluídos.


Hello, Good Evening! Let’s start with a very successful formula, which is Bossa Nova recorded outside of Brazil by an international artist. Actually, I cannot understand why I did not release this one earlier, it is among my favorites in the style. Let’s see what happens?

This is Ramsey Lewis Trio – Bossa Nova (1962), for Argo, also featuring the Brazilian singer Carmen Costa and Josef(?) Paulo, which is probably the Brazilian singer Jose Paulo that were with Carmen Costa and the constellation of Bossa Nova legends at Carnegie Hall first Bossa Nova US concert in 1963.

Ramsey Lewis Trio is Ramsey Lewis (piano),
Eldee Young (bass) and Redd Holt (drums), delivering a nice job, really above the averege of the very beginning US Bossa Nova albums.

Tracks include:

01 – Samba de Orfeu
02 – Manhã de Carnaval
03 – As Criancinhas
04 – A Noite do Meu Bem
05 – O Pato
06 – A Felicidade
07 – Whirpoll
08 – Cara de Palhaço
09 – Canção para Geralda




Martoni:

Personnel

Ramsey Lewis Trio:


Ramsey Lewis
piano

Eldee Young
bass

Isaac “Redd” Holt
drums

Vocals
Carmen Costa (Cabaça)
Josef Paulo (Guitar, Pandeiro) 


4 Comentários originais:

Jazz-Nekko said…
Ahh, you tricky little green bird, Zeca! Do you believe in kismet?
I have been listening to the Ramsey Lewis Trio’s “Down to Earth” (1958, Verve / Mercury MG 36150) for the past week. . .and then I step into your parlour and see this lovely set -
Arigato,
Jazz-Nekko
Tuesday, 28 August, 2007

Bossa Joe said…
A trio I never heard of, exciting!!
Thanks a bunch!
Friday, 31 August, 2007

strangefruit said…
I have been a fan of Ramsey Lewis for decades, and never heard this recording. You open so many doors, Zeca. Muitos obrigado!
Tuesday, 11 September, 2007

Saint Jude said…
Equally, never seen or heard of this (that’s not saying much though). This album is very nice. For my taste, possibly his best (?).
Many thanks.
Friday, 06 June, 2008





.
.
®

domingo, 25 de janeiro de 2015

Turma da Pilantragem – O Som da Pilantragem (1968).

.
.


Originalmente postado no Loronix em 25 de julho 2006

Here we go again on another weird release that zecalouro asks for some teamwork to gather information.

This is A Turma da Pilantragem – O Som da Pilantragem (1968), a legendary album from some sort of cultural movement from the late 60’s called Turma da Pilantragem, lead by Carlos Imperial with the participation of Wilson Simonal. Essentially, the Pilantragem movement was all about having life for fun, drive sports cars and get all the beautiful girls in town. Pretty good, no?


Martoni:
Isto é A Turma da Pilantragem – O Som da Pilantragem (1968), Polydor - LPNG 44.021.


Tracks:

01 - Não Tenho Lágrimas - Ela é Demais - Tristeza que Dói
02 - Lá Vem Ela (De Como um Garoto...) - Da Nela, Saudade
03 - Peixe Vivo - Lapinha - Uni-Duni-Té - Margarida
04 - Kalu
05 - Lata Dágua - Risque
06 - Procissão - Deixa Quem Quiser Falar - Yes, Nós Temos Bananas
07 - Estamos Aí - Balanço Zona Sul
08 - Nós e O Mar - O Cantador - Sá Marina
09 - Dó Ré Mí - Primavera - Gosto Que Me Enrosco
10 - Manifesto - Sambou, Sambou - O Passarinho
11 - Pasarinho da Lagoa - Ponteio - Upa, Neguinho
12 - Vesti Azul - Onoce Ono Kono - Marancagalha


.
.

Turma da Pilantragem - O Som da Pilantragem Vol. 2 (1969)

.
.



Originalmente postado no Loronix em 15 de dezembro 2007. 

Comentários originais incluídos.

Hello, Good Night! We will start the day with a great release, thanks to a Loronixer that sent a couple of days ago a request of this LP that was sleeping on a folder called "who knows someday" with a little chance to be released one day.

Meet Turma da Pilantragem - O Som da Pilantragem Volume 2 (1969), for Polydor, the third LP from this legendary group lead by Nonato Buzar with several successful artists of that time, such as: Regininha, Dorinha Tapajós, Edinho, Malu, Fernando, Altair, among others. Instrumental arrangements are in charge of Antonio Adolfo with vocal arrangements by Severino Filho from Os Cariocas.

Personnel listing is breathtaking from start to end including Ed Maciel, Durval Ferreira, Raul de Barros, Juarez and many others as shown bellow as well with tracks:



Personnel

Antônio Adolfo

piano

Sergio Barroso

bass

Victor Manga

drums

Durval Ferreira

guitar

Mozarth, Wagner and Márcio

piston

Juarez, Bijú and Yon

sax

Hermes Mailton

tumba

Ed Maciel, Manoel Araújo and Raul de Barros

trombone


Tracks

01 - Saveiros (Dori Caymmi / Nelson Motta) -- Saudades da Bahia (Dorival Caymmi) -- João Valentão (Dorival Caymmi) -- A Morte de Um Deus de Sal (Roberto Menescal / Ronaldo Bôscoli)
02 - Pra Machucar Meu Coração (Ary Barroso) -- Carinhoso (Pixinguinha / João de Barro) -- Fuga (Durval Ferreira)
03 - Nega Maluca (Fernando Lobo / Evaldo Ruy) -- Mamãe Passou Açúcar Em Mim (Carlos Imperial) -- Se Eu Errei (Francisco Neto / Humberto de Carvalho / Edu da Rocha)
04 - Modinha (Sergio Bittencourt) -- Manias (Flávio Cavalcanti / Celso Cavalcanti) -- É Proibido Proibir (Caetano Veloso)
05 - Até Segunda-feira (Chico Buarque) -- Rosa Morena (Dorival Caymmi) -- Ai Que Saudades da Amélia (Ataulfo Alves / Mário Lago)
06 - O Meu Boi Morreu (Tradicional) -- Peguei Um Ita no Norte (Dorival Caymmi) -- Aurora (Roberto Roberti / Mário Lago)
07 - Dorinha (Fred Falcão / Paulinho Tapajós) -- Andança (Danilo Caymmi / Edmundo Souto / Paulinho Tapajós)
08 - Tém Dó (Baden Powell / Vinicius de Moraes)
09 - Zé Marmita (Luis Antônio / Brasinha) -- Jardineira (Benedito Lacerda / Humberto Porto) -- Colombina Iê-iê-iê (João Roberto Kelly / David Nasser)
10 - Chove Lá Fora (Tito Madi) -- Cansei de Ilusões (Tito Madi) -- Amor e Paz (Tito Madi)
11 - Hino do Fluminense (Lamartine Babo) -- Bom Tempo (Chico Buarque)
12 - Timidez (Nonato Buzar / William Prado) -- Atire a Primeira Pedra (Ataulfo Alves / Mário Lago)
13 - Serenô (Antônio Almeida)



4 Comentários originais:

Flabbergast said… great record! already have it. But just wanted to mention — Chico was not, strictly speaking, exile: He exiled himself, in the sense that he felt he could not in good conscience stay in Brasil while all so many others were being made to leave. His well-connected family (e.g., as son of Sergio Buarque de Holanda) meant that he was not actually forced to leave the country. Great post, and I hope everyone who doesn’t know it already makes sure to grab this!
Sunday, 16 December, 2007

candidapires said… Querido Zecalouro,
A única coisa que posso lhe dizer é obrigada por me fazer tão feliz quando volto atrás no tempo e ouço esse disco. Parece que a alegria, o entusiasmo e , porque não dizer, a fé na vida ainda são os de há 30 anos atrás e isso é bom de sentir, por mim e por todos os os amigos, os de perto e os de longe.
Zecalouro, mesmo que um dia a gente se perca saiba que fez alguém tremendamente feliz.
Um abraço enorme, um beijo muito grande e toda a felicidade do mundo e que você fique bom tão depressa quanto possível.
Um natal maravilhoso e um Ano Novo novinho em folha para você e toda a sua Família.
Fique com Deus,
Candida
Sunday, 16 December, 2007

Milu Duarte said… Nem tenho como agradecer. Adoro a turma da pilantragem, mas sobretudo a Dorinha Tapajós, como fãzona que sou da familia tapajos.Seria muito abuso te pedir se tem jeito de postar os outros discos da turma?abraços
milu
Friday, 04 January, 2008

karin said… cara!!!!!!!!valeu msm!!!!valeu mto!!!esse “disco” acompanhou meus tios e minha mãe na adolescencia deles e na minha achei esse e o outro(vol 1 eu acho) jogados num armário velho e qdo ouvi….me apaixonei!!me acompanharam pela minha adolescencia tbm ateh q alguem roubou esse disco fiquei só com um.
como eh mto dificil achar o vinil hj em dia,mto mto mto obrigada!!!!!!!!
Thursday, 21 May, 2009





.
.
®

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Hugo Luiz – Hugo Luiz, seu Violão e Ritmo, Bossa Hugo (1965)

.
.
Incluida: pequena biografia do artista


Originalmente postado no Loronix em 11 de novembro 2006

Remember that LP that made a great noise about the color of the cover? Conjunto Carcara – Barra Limpa, the one with two chicken at the cover with a blue background, in fact red, it was changed by the friend who made the rip for fun, to see where the record would reach after time.

This release has in common with Conjunto Carcara the is that both are from the mysterious record label Paladium from Minas Gerais, Brazil.

Kindly sent by Trix, this is Hugo Luiz – Hugo Luiz, seu Violao e Ritmo, Bossa Hugo (196?), Paladium.

Believe me, really obscure. I started a small quest with Trix to gather information about Hugo Luiz, unfortunately, no success. Anyway, if someone has additional information about Hugo Luiz, please let us know.

Tracks, provided by the mighty Trix, include:

01 – Feitio de Oração (Noel Rosa / Vadico)
02 – Days of Wine and Roses (Mancini / Mercer)
03 – Minha Namorada (Carlos Lyra/Vinicius de Moraes)
04 – Maria (L. Bernstein)
05 – Aleluia (Edu Lobo / Ruy Guerra)
06 – Tempo Feliz (Baden Powell / Vinicius de Moraes)
07 – Bossa Hugo (J. Guimaraes / Gerson Caetano)
08 – I Remember Clifford (Benny Golsen)
09 – Primavera (Carlos Lyra / Vinicius de Moraes)
10 – Con Alma (Dizzy Gillespie)
11 – Tema para Lili (Hugo Luiz)
12 – What´s New (Hogart / Burke)


Martoni:
Isto é Hugo Luiz – Bossa Hugo (1961) Gravadora: Paladium - PAL.50.006

Biografia resumida (informações fornecidas pelo próprio artista):

Hugo Luiz (Hugo Luiz Azeredo Coutinho) nasceu em São João Del Rey, Minas Gerais, Brasil, em 24 de agosto de 1942.
1953 - Inicia atividades como ator em um grupo próprio.
1954 - É convidado por Luiz Panzi, um dos diretores teatrais da Rádio Guarani em Belo Horizonte para o rádio teatro.
1955 - Participa da inauguração da TV Itacolomi (3ª televisão surgida no Brasil)
1957 - Começa a estudar música após ter que compor um samba para uma peça teatral. Estuda harmônica de boca e depois violão. No mesmo ano já se apresenta como músico em rádio e tv.
1958 - Começa a fazer arranjos para a Orquestra da Radio Guarani/TV.Itacolomi e a compor.
1961 - Tem seu registro na OMB-MG onde consta como instrumento o contrabaixo
1965 - Grava na "PALADIUM" onde atuava com frequência o 1º "BOSSA-HUGO"
1965 - Grava na "PALADIUM" o 2º "BOSSA-HUGO"
1966 - Participa do 1º Festival Internacional da Canção, promovido pela TV Rio, como orquestrador
1966 - É escolhido o melhor instrumentista da tv
1967 - Compõe a trilha da peça Ooh, oh, oh, Minas Gerais" que obteve grande sucesso (é montada até hoje)

1968 - Participa do 3º Festival Internacional da Canção onde defende a composição de J.Dangelo "Festas e Tradições Populares". a música foi classificada para a final mas foi censurada.
1968 -Iinicia maiores contatos com Widmer, Smetak, e outros compositores vanguardistas.
1974 - Tournée com quinteto pela África do Sul onde atua com Sarah Vaughan, Steve Curry, Robert Rubinsky, Jimmy Cobb, e outros.

Apesar do disco ter uma saida fora do normal a gravadora não fez cópias da matriz. Quando ela partiu (pelo uso), tivemos que fazer um segundo disco onde regravei várias músicas do primeiro com arranjos simples para cobrir "buraco" e mais 4 müsicas como “bonus”.
Estas 4 musicas tiveram boa aceitação e alavancaram a venda até a dissolução da gravadora.


Personnel

Hugo Luiz
Violão

Silvio Nascimento
Piston (01, 07)

Dino Granda
Sax Tenor (01, 07)

Aécio Flávio
Vibes (02, 03, 04, 05, 10, ,11)

José Guimarães
Piano (06, 09)

Mauricio Scarpelli
Baixo (01 - 16)

Waltinho (01 - 03, 05 - 07, 09, 11 - 16)
Paulo Braga (04, 08, 10)
Percurssão

Faixas: (Bossa Hugo 2)

01 Feitio de Oração (Noel Rosa / Vadico) HUGO LUIZ QUINTETO
02 Days of Wine and Roses (Mancini / Mercer) HUGO LUIZ QUARTETO

03 Minha Namorada (Carlos Lyra/Vinicius de Moraes) HUGO LUIZ QUARTETO
04 Maria (L. Bernstein) HUGO LUIZ QUARTETO
05 Aleluia (Edu Lobo / Ruy Guerra) HUGO LUIZ QUARTETO
06 Tempo Feliz (Baden Powell / Vinicius de Moraes) HUGO LUIZ QUARTETO
07 Bossa Hugo (J. Guimaraes / Gerson Caetano) HUGO LUIZ QUARTETO
08 I Remember Clifford (Benny Golsen) HUGO LUIZ TRIO
09 Primavera (Carlos Lyra / Vinicius de Moraes) HUGO LUIZ QUARTETO
10 Con Alma (Dizzy Gillespie) HUGO LUIZ QUARTETO
11 Tema para Lili (Hugo Luiz) HUGO LUIZ QUARTETO
12 What´s New (Hogart / Burke) HUGO LUIZ TRIO


Bonustracks

13 - Canto de Ossanha - (Baden Powell-Vinicius) - HUGO LUIZ TRIO
14 - Feitinha pro poeta - (Baden) - HUGO LUIZ TRIO
15 - Tristeza - (Niltinho) - HUGO LUIZ TRIO
16 - Con alma (2) - (Dizzy Gilespie) - HUGO LUIZ TRIO






http://martoni-formaeelenco.blogspot.nl/2014/05/foi-criado-o-grupo-radio-forma-elenco.html
.
.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo

.
.

Desejo um Feliz Ano Novo para todos os amigos do Rádio Forma & Elenco e especialmente para os meus companheiros dos outros blogs de Música Brasileira de Qualidade.
Espero encontrar muitas pérolas e tesoros esquecidas e escondidas durante o ano 2015.

Um abraço para todos.
Martoni

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Os Velhinhos Transviados – O Natal dos Velhinhos Transviados (1966)

.
.



Originalmente postado no Loronix em 20 de novembro 2007.
Comentários originais incluídos.

Hello, good evening! It happens every year and it is impossible to ignore. Natal, Christmas, Navidad, Noel, Kurisumasu, Natale, no matter how you say in your part of the world, it is coming closer. I have a problem with Christmas albums and their very predictable songs, but once in a while you find something really unique, such like last Christmas when we made really nice albums.

I’m not sure if we can keep last year’s pace, but I want to start great with this one, sent for last Christmas by a friend that I cannot remember right now. Let’s see.

This is Os Velhinhos Transviados – O Natal dos Velhinhos Transviados (1966), for RCA Victor, a compacto duplo (EP), featuring four Christmas tracks and this really nice cover that worth the admission price. It is Christmas, so I’m making it with no Rapidshare.

Tracks include:

01 – Jingle Bells (D. P.)
02 – White Christmas (Irving Berlin)
03 – Boas Festas (Assis Valente)
04 – Noite Silenciosa (Franz Gruber)


2 Comentários originais:

Anonymous said…
Marvelous post, Loro.
I´ve been waiting so long for another Velhinhos Transviado´s album. The art sleeve is hilarious as always. This Christmas gift came a bit early. :-)

Thank you very much!
Marcio de Souza
South Brazil
Wednesday, 21 November, 2007

Jamil said…
Ai Zeca, mais um “lançamento” de peso e viva os velhinhos do Zé Menezes.
[]s
Jamil
Thursday, 22 November, 2007



http://martoni-formaeelenco.blogspot.nl/2014/05/foi-criado-o-grupo-radio-forma-elenco.html

.
.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Os primeiros músicos estrangeiros a conhecerem a BOSSA NOVA

.
Nostalgia
Boas Festas e um Feliz Ano Novo
.
Incluido o audio do programa Rádio Forma e Elenco
de 29 de Dez. 2007 do radiaslista Leo Ribeiro jr de Rio Claro, SP

Nos ultimos meses postei aqui vários albuns de artistas estrangeiros que no início dos anos 60 entraram na onda da Bossa Nova:

Horácio Malvicino
Stan Getz com Laurindo Almeida
George Shearing
Laurindo Almeida com Ray Turner
Laurindo Almeida com Charlie Byrd
Stan Kenton
Barney Kessel
Charlie Rouse
Eddie Harris
Nick Ayoub
Coleman Hawkins
Joni James
Gene Amons


No ano 2015 espero poder publicar mais albuns deste género
 
Isso me fez lembrar do início do blog quando começei a publicar informações a respeito dos programas Rádio Forma e Elenco do Leo Ribeiro jr. de Rio Claro, SP, e onde tinha a possibilidade de escutar os programas quando queria.

Estou apresentando aqui o texto sobre o programa Rádio Forma e Elenco de sabado 29 de dezembro 2007 e tambem os 2 arquivos de ± 30 minutos cada do audio deste programa.

Quero ainda mencionar que isso era o periodo do auge do blog Loronix. Naquele periodo os contatos com zecalouro eram frequentes.


Programa de sabado, 29 de dezembro 2007

Em 1959 saiu o primeiro LP de João Gilberto já sinalizando para uma modernidade que marcaria para sempre a história musical.Toda uma pBilly Ecksteinequena revolução ja acontecia principalmente nos meios musicais e, entre jovens músicos e compositores que não suportavam mais boleros, guarânias, marriachis e toda aquela dor de cotovelo reinante.

O LP "Chega de Saudade" mostrava novos horizontes, era aquilo que aqueles jovens procuravam, aos poucos o Lp de João foi ficando comentado e uma pequena revolução
começou a acontecer.



Nestre mesmo ano de 59 passaram pelo Brasil em excurção Nat King Cole, Billy Eckstine e Sarah Vaughan, e pelo menos Sarah ouviu Bossa Nova. Em 1960 vieram Sammy Davis Jr. e Lena Horne. Lena fez show no Copacabana Palace (Rio) e cantou uma música pela qual ela estava encantada, a música era "Bim-Bom" (e segundo consta ela se encantou também pelo autor da música, João Gilberto) e fez questão de conhecer pessoalmente João.

Sammy Davis Jr. fez show no teatro Record acompanhado por Helcio Milito na bateria.




Neste mesmo ano o guitarrista Charlie Byrd também veio ao Brasil e levou com ele muitos discos de Bossa Nova para os EUA.


No final de 1960, a gravadora Capitol americana lançou nos EUA o LP "Brazil's Brilliant João Gilberto", que era o nosso "O Amor, o sorriso e a flor" (segundo Lp de João).



Portanto, nossa Bossa Nova já começava a despertar o interesse de músicos de uma maneira geral, não apenas brasileiros, todos que tinham contato com ela sentiam toda a qualidade e modernidade que ela representava e continha. Conta a história que em maio de 1961 Tony Tonny BennetBennett veio cantar aqui no Brasil, e já veio sabendo.


Houve uma reunião na casa do empresário Flávio Ramos (futuro dono da boate "Au Bon Gourmet") para recepcionar Bennett, e todos seus músicos estavam muito Luis Eçainteressados em conhecer mais tecnicamente a batida, as divisões e tudo o mais, e quem não poupou esforços para as explicações foi nosso querido Luiz Eça (futuro lider do Tamba Trio).



Um destes ouvintes era o contrabaixista Don Payne, muito Charlie Birdamigo de Stan Getz. Payne levou então ao seu amigo todas as dicas e também muitos discos adquiridos por aqui (Brasil).
Um ano depois (62), Getz e Charlie Byrd gravam "Desafinado" e vendem de imediato um milhão de cópias.


Más antes, ainda em '61, a gravadora Reprise lança " i Salud João Gilberto" com Jon Hendricks, com versões em inglês de 'O Pato", "Chega de Saudade", "Bolinha de Papel" e mais dez hits da Bossa Nova ( a maior parte das versões assinadas pelo próprio Hendricks) e também o grande grupo vocal Hi-Los lança pela mesma gravadora "The Hi-Los happen to Bossa Nova" com mais doze standars Bossa Nova.




Outro que no mesmo ano de 61 esteve também por aqui fazendo lições de casa com João Donato, foi o flautista Herbie Mann e logo lançando também um Lp homenageando nossa Bossa Nova. Tudo isso é fato, nossa música encantou e encanta até hoje quem tem contato com ela, outro fato, mais problemático, é que a grande maioria não consegue faze-la corretamente, o próprio LP "Jazz Samba" de Getz e Byrd, foi muito bom para divulgar nossa música, más passou longe de ser Bossa Nova, a batida ainda era quadradona, e muitas outras tentativas vãs de fazer nosso som.





Surgiram muitos discos de Rumba, salsa e tudo o mais com rótulo Bossa Nova (e surgem até hoje).


É a indústria cultural Americana que tenta industrializar , rotular e vender muito, e se homens como Tom Jobim, não ficassem de olhos bem abertos, suas músicas com certeza não seriam nem mais brasileiras.

Este é um pouco do cenário do início dos anos 60, quando a Bossa Nova nascia por aqui (Brasil) e já começava a se espalhar mundo afora, contamos e mostramos algumas destas músicas neste FORMA E ELENCO, antevéspera de ano novo, esta história vai longe, e aos poucos vamos contando tudo para voçê ouvinte e visitante deste espaço dedicado ao melhor da produção musical brasileira, sua história e curiosidades.

Eu (Leo) daqui do Brasil e Martoni da Holanda desejamos a todos um FELIZ ANO NOVO, com muita saúde e prosperidade.



==============================================================================

Na seleção musical deste sabado /
Muzikale selectie van deze zaterdag:

Tom Jobim e Chico Buarque
Gal Costa
Caetano Veloso
Djavan
MPB4
Billy Eckstine e muito mais...



E no fim do programa , uma música especial de MarcosValle/Paulo Sergio Valle e Nelson Motta, que aqui no Brasil é sinônimo de Ano Novo já há muitos anos, chama-se "Um Novo Tempo". Happy New Year for All people"


Ouvir direto no minhateca:
Parte 1 (32 minutos)
Parte 2 (28 minutos)
.
.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Ademilde Fonseca – A Rainha do Chorinho (1975)

.
.


Originalmente postado no Loronix em 05 de novembro 2007.
Comentários originais incluídos.

It is truly amazing the feedback given to Ademilde Fonseca on two recently released records. I admit that she was not on my radar and if there is someone who should receive credits for the recent Ademilde Fonseca posts is Elso Legey, he was the first to shout out loud at CBox for an Ademilde Fonseca album. It is hard to believe that Ademilde Fonseca released only a few records on a career that spans decades. This album was recorded in 1975 and follows immediately Choros Famosos (1962), a hiatus of 13 years on recordings. Let’s see.

This is Ademilde Fonseca – A Rainha do Chorinho (1975), for Top Tape, featuring Ademilde Fonseca chorinho standards with some new compositions, including Titulos de Nobreza “Ademilde no Choro” written by Joao Bosco and Aldir Blanc as a gift to Ademilde Fonseca. I think this album is a real find, a breathtaking constellation of Brazilian musicians were in this session, and among many other surprises, I got really amazed with the open tune, Choro Chorao, a choro composition by the Samba legend Martinho da Vila. I think Loronixers will also be amazed with this really nice album, it seems that everybody likes Ademilde Fonseca.

Tracks include:



Personnel

Menezes
(bandolim)

Abel Ferreira
(clarinet)

Netinho
(sax soprano)

Copinha, Geraldo, Altamiro Carrilho, Jorginho
(flute)

Dino 7 Cordas
(violao 7 cordas)

Neco, Jorge Menezes, Meira
(violao)

Canhoto
(cavaquinho)

Sergio Barroso, Gabriel
(bass)

Wilson das Neves
(drums)

Jorge Silva, Risadinha, Cabelinho, Gilson, Jorge Garcia, Luna, Elizeu, Marçal
(rhythm section)

Nosso Samba, As Gatas
(choir)

Orlando Silveira, Maestro Nelsinho, Menezes
(musical direction, arrangements)


Track List

01 – Choro Chorão (Martinho da Vila)
02 – Brasileirinho (Waldir Azevedo)
03 – Coração Trapaceiro (Hermínio Bello de Carvalho / Vital Lima)
04 – Doce Melodia (Abel Ferreira / Luis Antônio)
05 – Amor Sem Preconceito (Candeia / Paulinho da Viola)
06 – Choro do Adeus (Nelson Cavaquinho / Guilherme de Brito)
07 – Títulos de Nobreza (Ademilde no Choro) (João Bosco / Aldir Blanc)
08 – O Que Vier Eu Traço (Alvaiade / Zé Maria)
09 – Meu Sonho (Paulinho da Viola)
10 – Pedacinho do Céu (Waldir Azevedo / Miguel Lima)
11 – Tico-tico no Fubá (Zequinha de Abreu) Dinorah (Benedito Lacerda / José Ramos)
12 – Lamento (Pixinguinha / Vinicius de Moraes)


3 Comentários originais:

Alexandre said…
Congratulations for choosing another magnificent LP. Choro LPs are usually the best.
Cheers
Monday, 05 November, 2007

elso legey said…
Another sensational release by Ademilde Fonseca, thank you Zeca for the care and dedication you have for our musical requests and thanks for the compliment. I merely reminded you of Ademilde Fonseca well deserved name of the rainha do Chorinho, and reminded you to post her records for all of us to enjoy.
Next request , the earlier Bola Sete records for Odeon-Brazil.
Wednesday, 14 November, 2007

J Thyme…kind said…
Strangely, I had missed this super lovely voice & session. MPB is just so big that it takes time to find these little gems. I also have this very same session with a different cover simply titled “Ademilde Fonseca” with the same songs of the same year & also on Top Tape.
Tuesday, 04 August, 2009






.
.®

Conjunto Epoca de Ouro – Conjunto Epoca de Ouro (1975)

.
.



 Originalmente postado no Loronix em 27 de outubro 2007.
Comentários originais incluídos.

Last Saturday, I had the tough mission to announce to our community the passing of the Brazilian violao player Cesar Faria. In that time I got really disappointed to make a tribute with no music and this post can be considered a complement for last Saturday tribute. Cesar Faria was founder and member of Conjunto Epoca de Ouro until his passing and I’m now glad to show Loronixers an album by Conjunto Epoca de Ouro and also really amazed by the music they play at this record. If remaining albums by Conjunto Epoca de Ouro are such like this one, we need to track them all. Let’s see.

This is Conjunto Epoca de Ouro – Conjunto Epoca de Ouro (1975), for Continental, featuring Cesar Faria and his Conjunto Epoca de Ouro on 12 renditions of classic Choro compositions by Paulinho da Viola, Jacob do Bandolim, Villa Lobos, Chico Buarque de Hollanda, among many others. A hint is necessary, use speakerphones to identify each instrument, hearing the individual performances of each Conjunto Epoca de Ouro member, it is a very nice experience. Personnel listing is credited bellow, including special guests participations.

Tracks include:


Personnel



Cesar Faria
(violao)

Damasio
(violao)

Dino
(violao 7 cordas)

Deo Rian
(bandolim)

Jonas
(cavaquinho)

Jorginho
(pandeiro)

Special Guests

Abel Ferreira
(clarinet)

Canhoto
(cavaquinho de centro)

Gilson, Pedro dos Santos, Luna
(rhythm)


Track List

01 – Noites Cariocas (Jacob do Bandolim)
02 – Nem Ela Nem Eu (Nelson Alves)
03 – Batuque (Henrique Alves de Mesquita)
04 – Choro Negro (Paulinho da Viola / Fernando Costa)
05 – O Nó (Cândido Pereira da Silva)
06 – Saudações (Otávio Dias de Moura)
07 – Diabinho Maluco (Jacob do Bandolim)
08 – Inesquecível (Paulinho da Viola)
09 – Choro Nº 1 (Villa-Lobos)
10 – Carolina (Chico Buarque)
11 – Sentimento de Um Coração (Damázio Batista)
12 – Meu Chorinho (Jonas Pereira da Silva)



2 Comentários originais:

Auricélio Gonçalves said…
Obrigado pelo post. Será que vocês não têm o disco do Época de Ouro, “Dino 50 Anos”, pela copacabana. Seria uma ótima homenagem ao Dino e ao César.
Saudações musicais!
Remanso/BA
Sunday, 28 October, 2007

g picanco said…
Esse é um disco antológico, contendo duas pérolas do Paulinho da Viola.
Sunday, 28 October, 2007






.
.®