Neste blog muita informação sobre a história da Bossa Nova.
Acesso direto às publicaçòes no Rádio Forma & Elenco sobre:

Wilson Simonal, - Maysa, - António Carlos Jobim, - Tuca

Zecalouro, - Elis Regina , - Dick Farney , - Zito Righi


sexta-feira, 5 de abril de 2013

Sylvia Telles – Caricia (1957)

.
.
Originalmente postado no Loronix em 05 de maio 2008.
Comentários originais incluídos.

Bonus: arquivo em FLAC






Hello, good evening! Jorge Mello was very right providing this important record to our community. It is also a great coincidence that it is among the few albums definitely lost in my work of reactivating the missing links.

Actually, this is perhaps the most important of them all; Carícia is the debut LP of a singer that I learned to admire with Loronix creation, Sylvia Telles.
Let’s see.

This is Sylvia Telles – Caricia (1957), for Odeon, with the participation of a young musician named Antonio Carlos Jobim as arranger and conductor on two tracks, the opening track 01 – Por Causa de Voce and the closing 08 – Foi a Noite.

Maestro Leo Peracchi is also in charge of arrangements and conduction of track 06 – Chove la For a. Odeon did not credit the remaining five tracks. Caricia features Antonio Carlos Jobim songs that became standards in the following years and Sylvia Telles delivers stunning performances. I think that even those who had already the chance to listen to Caricia in the first post should make this update, now featuring high quality front and back cover scans.

Tracks include:

01 – Por Causa de Você (Tom Jobim / Dolores Duran)
02 – Sucedeu Assim (Marino Pinto / Tom Jobim)
03 – Tu e Eu (Altamiro Carrilho / Armando Nunes) with Lúcio Alves Candinho
04 – Se Todos Fôssem Iguais a Você (Tom Jobim / Vinicius de Moraes)
05 – Canção da Volta (Ismael Netto / Antônio Maria)
06 – Chove La Fora (Tito Madi)
07 – Duas Contas (Garoto)
08 – Foi a Noite (Tom Jobim / Newton Mendonça)


11 Comentários originais:

David Federman on Friday, 17 November, 2006
Good to have this back.
Thank you. And bless you. I sent to Japan for “Bossa Balanco Balada” and it is, as I suspected it would be, a masterpice. No one sings Jobim with such depth of feeling. And her version of “Midnight Sun” may well be definitive.

Márcio de Souza on Saturday, 18 November, 2006
Puxa, muito obrigado, Zeca! Acabei de ouvir e entrei no Blog só pra agradecer a ti. Tenho me interessado muito pela Sylvia Telles, que já é uma das minhas intérpretes prediletas. Repertório de ouro tem esse álbum, hein? Confesso que fiquei meio assustado com a capa de estilo adocicado, tipo coisa de moça. Mas o conteúdo é fora de série e garantia de muitas audições daqui pra frente.
Grande abraço, tchê!

Alfredo on Sunday, 19 November, 2006
Maravilha. Agradeço o re-post.

Hideste on Wednesday, 25 April, 2007
Putz, só agora vi q vc fez um repost desta maravilha, Zeca. Da outra vez eu perdi a chance de pegar.
VALEU !!!

Abs

strangefruit on Thursday, 06 September, 2007
Oh, I agree that this is worth a repost!

Anonymous on Monday, 24 September, 2007
Olá Zeca. Não conhecia seu trabalho.
Parabéns.
Porém como são muitos “posts’ o link :http://rapidshare.com/files/3409793/SylviaTellesCaricia-zl.zip
dá mensagem: FILE NOT FOUND
Socorra-nos, por favor
Fausto Neves

Edson Mendes on Monday, 05 May, 2008
Hi Zeca,

This is really an excellent (re)posting, but needs a little correction: – the male voice that sings with Silvinha in track n. 3, although is not credit on the disc label, is from her then husband, violonist Candinho.
This information is available on Ruy Castro’s book “Chega de saudade”, but more than this, it is different from Lucio’s voice.
Thanks and regards,

jorge mello on Monday, 05 May, 2008
O impecável bom gosto e a enorme capacidade interpretativa de Sylvia Telles (essa é a grafia correta) aparecem com grande destaque neste disco histórico.
São quatro músicas de Tom Jobim, cada uma com um parceiro diferente:

Dolores Duran,
Marino Pinto,
Vinicius de Moraes e
Newton Mendonça.
Duas músicas com a presença de seu ex,o violonista e compositor Candinho:”
"Tu e Eu”, samba canção do admirável flautista Altamiro Carrilho e Armando Nunes, música que abria e fechava o programa “Música e Romance” apresentado por eles na Tv Rio (veja “Chega de Saudade” de Ruy Castro), e o samba canção de Garoto, “Duas Contas”, com Candinho(discípulo do autor da música) ao violão.Para completar, o grande sucesso “Chove lá fora”, de Tito Madi e “Canção da Volta”, outro sucesso da dupla Ismael Netto(lider de Os Cariocas) e Antonio Maria. Um repertório soberbo, com o que havia de melhor nos anos 1955/56 e 57.

jorge mello on Monday, 05 May, 2008
Interessante comentar que Aloísio de Oliveira, produtor artístico da Odeon na época assim declarou no folheto que acompanha a coleção de discos “Bossa nova, sua história e sua gente”, quando ouviu a gravação de “Foi a Noite”:
“Eu estava definitivamente diante de uma coisa que não esperava encontrar. Era a bossa nova na sua maior expressão”.
(veja A Canção no tempo, vol 1, de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello, em “Foi a Noite).
Quando ouví esta composição de Tom e Newton Mendonça não percebí nada disso, nenhum vestígio da BN alí. O uqe vcs acham?

edson mendes on Monday, 05 May, 2008
Jorge Mello, você tem toda a razão.
Aloysio declarou inclusive que na dúvida quanto ao gênero musical que publicaria no selo do disco 78 rpm que lançou Foi a noite (prática comum naquela época), preferiu omitir essa informação.
Não se entende o porquê, pois trata-se nitidamente de um samba-canção.

dubmusic on Monday, 12 May, 2008
This was a nice surprise – one of my fave singers on an album I did not know existed.
Many Thanks – muito abrigado, Zeca!


 
 
FLAC
.
.
 
 
 

Um comentário:

ADILSON CAETANO COELHO Coelho disse...

É possivel liberar o link deste album agradeço pela atenção.