Neste blog muita informação sobre a história da Bossa Nova.
Acesso direto às publicaçòes no Rádio Forma & Elenco sobre:

Wilson Simonal, - Maysa, - António Carlos Jobim, - Tuca

Zecalouro, - Elis Regina , - Dick Farney , - Zito Righi


quarta-feira, 18 de julho de 2012

Wilson Simonal – S’imbora (1965)

.
.
Originalmente postado no Loronix em 29 de agosto 2007.
Comentários originais incluídos.







My approach to the whole discography of this great artist is unique. I use to listen to his music several times before showing to Loronixers. Perhaps it is the need of saying something new every time or the responsibility to show a new album by one of the top five most popular artists at Loronix. Everybody likes Wilson Simonal. I spoke this week with the Green Eyed Lady and for my surprise; the Jazzy Lady is also a big fan of this great artist.

This post is dedicated to Max de Castro and Wilson Simoninha, Loronixers since the very first beginning and one of the most open and friendly artists I had the chance to know with Loronix. You are the guys!

This is Wilson Simonal – S’imbora (1965), for Odeon. S’imbora is the fourth Wilson Simonal career album. The repertoire selection is a must with a nice selection of Bossa Nova standards. Odeon delivers a dream-team of arrangers to Wilson Simonal, including Eumir Deodato, Lyrio Panicalli and Erlon Chaves, each one in charge of a given track, as described at track listing.

Tracks include:

01 – Mangangá (Geraldo Nunes) (1)
02 – Fica Mal Com Deus (Geraldo Vandré) (2)
03 – Sonho de Um Carnaval (Chico Buarque) (1)
04 – Samba do Carioca (Carlos Lyra / Vinicius de Moraes) (2)
05 – Duas Contas (Garoto) (3)
06 – Se Todas Fossem Iguais a Você (Tom Jobim / Vinicius de Moraes) (2)
07 – Ladeira do Pelourinho (Jair Amorim / Evaldo Gouveia) (3)
08 – Balanço Zona Sul (Tito Madi) (1)
09 – Nós Dois (Silvio César) (3)
10 – O Apito no Samba (Luis Bandeira / Luis Antônio) (3)
11 – O Teu Amanhã (Durval Ferreira / Regina Werneck) (2)
12 – Lenda (Marcos Valle / Luis Fernando Freire) (3)

Arrangements by: (1) Erlon Chaves
Arrangements by: (2) Eumir Deodato
Arrangements by: (3) Lyrio Panicalli



Martoni:
Em novembro 2008 publicamos aqui um depoimento do meu amigo e fã incondicional (igual eu) do artista Wilson Simonal, Franz Kreuther de nosso Belém do Pará.
Esta colaboração pode ser encontrado aqui:  Parte 1 e Parte 2.
O comentário da maior fã de Wilson Simonal, Meire Bottura, está aqui. 


Franz tambem criou o selo Bossa Simonal


4 Comentários originais:

Raphael Morone said…
Sensacional! Graças ao Loronix eu tenho cerca de 15 albums do grande Simonal. É sempre legal quando há posts falando sobre ele por aqui, muita gente deveria conhecer esse maravilhoso cantor, que fez um som único em sua época.
O Simoninha parece ser realmente um cara muito legal, o que eu ouvi dele em termos musicais também pareceu muito bom, um negócio meio lounge com samba e soul, vale a pena!
Abraço e parabéns pelo blog! Além de toda a parte músical, está sendo muito útil em matéria de ver as capas dos discos, por qual sou fascinado. Garante uma bela referência visual pra mim que sou Designer Gráfico.
(E desculpe por não postar em inglês hehehe)
Friday, 31 August, 2007

Rogério Coimbra said…
Muito bem colocado. Simonaal foi um grande intérprete, mexeu com os arranjos, mudou muita coisa no cantar brasileiro, criou um “a la Simonal”, enfim, um grande artista. Loronix nota 10, sempre.
Deu branco. Quem era a vocalista ?
Grato.
Friday, 31 August, 2007

zecalouro said…
Rafael,
Puxa, muito bacana essa sua percepção do Loronix. Eu acho as capas muito importantes e tenho vários discos que não são publicados em razão das capas não estarem em bom estado. Obrigado.
Rogério,
A moça que canta a faixa 06 é a Rosa Maria. Desculpe não ter informado anteriormente.
Abraçs, zeca
Friday, 31 August, 2007

Rogério Coimbra said…
Obrigado Zeca pela lembrança da Rosa Maria e, mais ainda, obrigado pela Maria Lúcia Godoy no Canto da Amazônia, aquele trabalho fantástico no qual há o registro de uma pequena porção do coração de Waldemar Henrique. Aliás, já surgiu aqui o primeiro disco da Fafá de Belém, o Tamba – Tanjá ?
Saturday, 01 September, 2007





.
.

Um comentário:

Franz disse...

Amigo Martony e Louronix, tudo o que se falar do grande artista que foi Simonal é pouco. Talvez o adjetivo que melhor se aproxime de seu talento é: ÚNICO! Obrigado pela lembrança e pela excelente postagem do Louronix.
Em tempo: vejam só o naipe de arranjadores que ele tinha. O veterano maestro Panicalli, Erlon Chaves (& a Banda Veneno lembram?) que foi quase um irmão de Simonal; Deodato, da Odeon,um mostro nas harmonias, que mais tarde faria carreira nos EUA com arranjos para grandes cantores e até para "The Old Eyes Blues". Seu arranjo para Assim Falou Zarastustra é in-com-pa-rá-vel! Eles, inclusive, são responsáveis por grandes sucessos da Bossa Nova, como vc. sabe.
Abraços paraônicos