Neste blog muita informação sobre a história da Bossa Nova.
Acesso direto às publicaçòes no Rádio Forma & Elenco sobre:

Wilson Simonal,- Maysa (info e videos), - António Carlos Jobim,- Tuca , -

Zecalouro, - Elis Regina , Dick Farney ,

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Os primeiros músicos estrangeiros a conhecerem a BOSSA NOVA


Programa de sabado, 29 de dezembro 2007

Em 1959 saiu o primeiro LP de João Gilberto já sinalizando para uma modernidade que marcaria para sempre a história musical.Toda uma pBilly Ecksteinequena revolução ja acontecia principalmente nos meios musicais e, entre jovens músicos e compositores que não suportavam mais boleros, guarânias, marriachis e toda aquela dor de cotovelo reinante.

O LP "Chega de Saudade" mostrava novos horizontes, era aquilo que aqueles jovens procuravam, aos poucos o Lp de João foi ficando comentado e uma pequena revolução começou a acontecer.

Nestre mesmo ano de 59 passaram pelo Brasil em excurção Nat King Cole, Billy Eckstine e Sarah Vaughan, e pelo menos Sarah ouviu Bossa Nova. Em 1960 vieram Sammy Davis Jr. e Lena Horne. Lena fez show no Copacabana Palace (Rio) e cantou uma música pela qual ela estava encantada, a música era "Bim-Bom" (e segundo consta ela se encantou também pelo autor da música, João Gilberto) e fez questão de conhecer pessoalmente João.

Sammy Davis Jr. fez show no teatro Record acompanhado por Helcio Milito na bateria.

Neste mesmo ano o guitarrista Charlie Byrd também veio ao Brasil e levou com ele muitos discos de Bossa Nova para os EUA.


No final de 1960, a gravadora Capitol americana lançou nos EUA o LP "Brazil's Brilliant João Gilberto", que era o nosso "O Amor, o sorriso e a flor" (segundo Lp de João). Portanto, nossa Bossa Nova já começava a despertar o interesse de músicos de uma maneira geral, não apenas brasileiros, todos que tinham contato com ela sentiam toda a qualidade e modernidade que ela representava e continha. Conta a história que em maio de 1961 Tony Tonny BennetBennett veio cantar aqui no Brasil, e já veio sabendo.

Houve uma reunião na casa do empresário Flávio Ramos (futuro dono da boate "Au Bon Gourmet") para recepcionar Bennett, e todos seus músicos estavam muito Luis Eçainteressados em conhecer mais tecnicamente a batida, as divisões e tudo o mais, e quem não poupou esforços para as explicações foi nosso querido Luiz Eça (futuro lider do Tamba Trio).


Um destes ouvintes era o contrabaixista Don Payne, muito Charlie Birdamigo de Stan Getz. Payne levou então ao seu amigo todas as dicas e também muitos discos adquiridos por aqui (Brasil).
Um ano depois (62), Getz e Charlie Byrd gravam "Desafinado" e vendem de imediato um milhão de cópias.

Más antes, ainda em '61, a gravadora Reprise lança " i Salud João Gilberto" com Jon Hendricks, com versões em inglês de 'O Pato", "Chega de Saudade", "Bolinha de Papel" e mais dez hits da Bossa Nova ( a maior parte das versões assinadas pelo próprio Hendricks) e também o grande grupo vocal Hi-Los lança pela mesma gravadora "The Hi-Los happen to Bossa Nova" com mais doze standars Bossa Nova.

Outro que no mesmo ano de 61 esteve também por aqui fazendo lições de casa com João Donato, foi o flautista Herbie Mann e logo lançando também um Lp homenageando nossa Bossa Nova. Tudo isso é fato, nossa música encantou e encanta até hoje quem tem contato com ela, outro fato, mais problemático, é que a grande maioria não consegue faze-la corretamente, o próprio LP "Jazz Samba" de Getz e Byrd, foi muito bom para divulgar nossa música, más passou longe de ser Bossa Nova, a batida ainda era quadradona, e muitas outras tentativas vãs de fazer nosso som.


Surgiram muitos discos de Rumba, salsa e tudo o mais com rótulo Bossa Nova (e surgem até hoje).


É a indústria cultural Americana que tenta industrializar , rotular e vender muito, e se homens como Tom Jobim, não ficassem de olhos bem abertos, suas músicas com certeza não seriam nem mais brasileiras.

Este é um pouco do cenário do início dos anos 60, quando a Bossa Nova nascia por aqui (Brasil) e já começava a se espalhar mundo afora, contamos e mostramos algumas destas músicas neste FORMA E ELENCO, antevéspera de ano novo, esta história vai longe, e aos poucos vamos contando tudo para voçê ouvinte e visitante deste espaço dedicado ao melhor da produção musical brasileira, sua história e curiosidades.

Eu (Leo) daqui do Brasil e Martoni da Holanda desejamos a todos um FELIZ ANO NOVO, com muita saúde e prosperidade.



==============================================================================

Na seleção musical deste sabado /
Muzikale selectie van deze zaterdag:

Tom Jobim e Chico Buarque
Gal Costa
Caetano Veloso
Djavan
MPB4
Billy Eckstine e muito mais...



E no fim do programa , uma música especial de MarcosValle/Paulo Sergio Valle e Nelson Motta, que aqui no Brasil é sinônimo de Ano Novo já há muitos anos, chama-se "Um Novo Tempo". Happy New Year for All people"


Ouvir / Beluisteren
Aqui / hier >> - part 1 - - part 2 - - - tudo/alles

Downloaden / Baixar
Aqui / hier >> - part 1 - - part 2

sábado, 22 de dezembro de 2007

Presente de Natal: A criação da música "Garota de Ipanema"

.
Programa de sabado, 22 de dezembro 2007

Olá visitantes e ouvintes do Forma & Elenco. Hoje, véspera de Natal, vamos falar por aqui e dentro do F&E, como presente de natal, de uma das músicas mais executadas anualmente em todo o mundo. Os números segundo pesquisas americanas, chegam á mais de 4000.000 de execuções até o ano passado (segundo as mesmas pesquisas , ela só perde para "Yesterday" dos Beatles), e já ultrapassou a casa das 300 gravações por todo Heloísao mundo, e a contagem não para. Ela toca ininterruptamente pelo planeta, a cada 2 minutos mais ou menos, ela começa a tocar em alguma rádio de algum lugar do mundo. Uau, são números de respeito!



E esta música, que tão bem representa o Brasil, por onde quer que ela toque, foi composta por dois dos grandes compositores de nosso Brasil: Antonio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes. Muitas estórias cercam as circunstâncias de sua criação, más a história mesmo, vou contar neste F&E,Bar Veloso com base principalmente em pesquisas feitas pelo Jornalista Bossanovista convicto, Ruy Castro.



Em Ipanema (bairro do Rio de Janeiro), nos anos 60, Tom, Vinícius e amigos costumavam parar alí na esquina da rua Prudente de Morais com a Montenegro, no bar chamado Veloso (hoje "Garota de Ipanema) para tomar seus chopinhos e tambem observar as belas moças passantes "a caminho do mar..".
Vinicius e HeloísaUma destas beldades era a jovem, então com 19 anos, Heloísa Eneida Menezes Paes Pinto. Linda morena ( sim na época ele era morena) de olhos claros, que frequentava sim as praias de Ipanema, más ia muito ao Veloso comprar cigarros para sua mãe.


Estas coisas de poesia não se explica muito, o fato é que nossos inspirados compositores Tom e Vinícius, depois de pouco tempo, terminaram esta pérola de canção, e a apresentaram pela primeira vez ao público no histórico show "Encontro", na Boate Au Bon Gourmet em 62. 


Quem ouviu, de imediato anteviu a qualidade daqueles versos embalados por aquele doce balanço musical. Um deles foi o cantor Pery Ribeiro, que anotou os versos em um guardanapo e assim que pôde levou ao estúdio, e teve a primazia mundial na garvação de Garota de Ipanema. Tom a registrou em seu primeiro LP americano, em 63 (The Composer of desafinado), más o estouro mundial veio em 1964, com a gravação de Astrud Gilberto, que saiu primeiro em compacto (uma versão que limou a participação de João Gilberto), vendendo muitas cópias, e puxando para o topo das paradas todo o LP de onde foi tirada a gravação.
Era o LP "Getz/Gilberto", gravado um ano antes, e engavetado. Este disco, que também teve o mestre Tom Jobim arregimentando tudo, faturou 4 grammys e vendeu milhões de cópias (está em catálogo até hoje em muitos Garota de Ipanemapaíses), e vende até hoje, foi o estopim para mostrar nossa Garota para o mundo todo, e cativar a todos. Um fato interessante é que enquanto esta canção tocava lá fora, no Brasil e por todo o canto, e a própria Helô a assoviava, ela ainda não sabia que ela, Helô, era a "Garota de Ipanema", musa inspiradora da canção. Ela só veio a saber em setembro de 1965, quando Vinícius de Moares deu uma entrevista a revista Manchete e contou. Entre outras palavras , disse Vinícius: "...Para ela fizemos, com todo o respeito e mudo encantamento, o samba que a colocou nas manchetes do mundo inteiro e fez de nossa querida Ipanema uma palavra Bar Garota de IpanemaIpanema strandmágica...". A História (e as historias) de nossa música popular é riquíssima e muito bela, em muitos casos, pura poesia. Por isso deve ser sempre contada , recontada e passada para frente, e o F&E e aqui o Rádio Forma e Elenco cumprem um pouco deste papel, pelo menos é o que tentamos fazer, eu (Leo) por aqui (Brasil) e o Martoni por aqui também (Holanda).

Este programa é nosso presente de natal a todos voçês. Muita saúde , paz e prosperidade á todos, de preferência com muita música de qualidade. Feliz Natal (Leo e Martoni).




Literatura recomendada: Livro "Ela é Carioca- Uma enciclopédia de Ipanema" de Ruy Castro, editora Companhia da Letras.



==============================================================================

Na seleção musical deste sabado /Muzikale selectie van deze zaterdag:




Edu Lobo
Gal Costa
João Donato
Nara Leão
Tom, Miucha e Claus Ogerman e muito mais...

P.S.: imperdível:
Garota de Ipanema na voz de Nat King Cole e uma surpresinha no final do programa.
Boa audição.



Ouvir / Beluisteren
Aqui / hier >> - part 1 - - part 2 - - - tudo/alles

Downloaden / Baixar
Aqui / hier >> - part 1 - - part 2

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Johnny Alf - Rapaz de Bem (1961)

.


O tema do programa de F&E de sabado 15 de dezembro (link) foi Johnny Alf e João Donato. Rádio Forma e Elenco oferece agora o LP de Johnny Alf de 1961: Rapaz de Bem.

Faixas:

01 - Rapaz de Bem
02 - Escuta
03 - Feiticaria
04 - Fuga
05 - Tema sem Palavras
06 - Penso em Voce
07 - O Que e Amar
08 - Fim de Semana em Eldorado
09 - Que Vou Dizer Eu
10 - Ilusao a Toa
11 - Tudo Distante de Mim
12 - Vem

Baixar / Downloaden Link (320 kbps)

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Dois grandes precursores da Bossa-Nova: Johnny Alf e João Donato

Programa de sabado, 15 de dezembro 2007

Estes dois grandes músicos brasileiros foram talvez os Johnny Alfmais importantes influenciadores de João Gilberto na criação da famosa "batida", característica principal do estilo Bossa-Nova.

Alfredo José da Silva, o Johnny Alf, nasceu no Rio de Janeiro em 19/05/1929, começou a aprender piano clássico aos nove anos com uma amiga João Donatoda família, demonstrando logo cedo interesse por compositores do cinema norte americano como: George Gershwin e Cole Porter. Seu apelido veio por volta dos 14 anos, sugestão de uma amiga, quando de sua apresentação em um programa de Jazz na rádio MEC. Por esta época também fazia parte do instituto Brasil-Estados Unidos, ajudando na promoção e intercâmbio de música brasileira e americana.


.
.
  
Com este grupo do instituto, Johnny fundou um clube, que se reuniam para exibição de filmes, análise de orquestrações, shows, etc.
.
.
Um nome já famoso na época (1949) regressava dos EUA, e passou a fazer parte deste grupo, era Dick Farney, e o clube passou então se chamar "Sinatra-Farney fan club", tendo entre seus sócios entre outros: Tom Jobim, Luis Bonfá e Nora Ney.

.
.
.
.









.
.
.
Johnny se profissionalizou na noite a partir de 1952, quando começou a tocar em barzinhos e boates, primeiro no Rio e depois em São Paulo (a partir de 1955). 

No Rio tocou na Mandarin, depois o Clube da Chave, Drink e Plaza, onde João Gilberto ia ouvi-lo com frequência, e se impressionava com aquela modernidade ao ve-lo executar "Céu e Mar" e "Rapaz de Bem" duas composições suas.




Outro importante membro do "Sinatra-Farney", era um garoto com 15 anos então, que tocava acordeão e participava de algumas jams sessions, no clube e até na casa de Dick, este jovem prodígio era João Donato. 

Donato havia chegado do Acre  a 4 anos atrás com a família a 4 anos atrás, com 11 anos (e já com o acordeão).



.
.

 


Desde que se tem notícia, Donato sempre teve um swing, um gingado muito próprio com seu instrumento, alguma coisa com um pé no Brasil e um pé no Caribe, tocou também em boates, conjuntos e a partir de 1958 passou a tocar apenas piano,foi nesta época que compôs com João Gilberto, a música "Minha Saudade", que foi seu primeiro sucesso no início da Bossa-Nova.




.
.
.
.
.
.
Corre a lenda que João Gilberto desenvolveu sua característica "batida" de violão ouvindo o piano de Johnny Alf e o acordeão e o piano de Donato, na dúvida, incluamos os três em nossas audições musicais frequentes.











.
.
Conheçam um pouco mais de Johnny Alf e João Donato neste F&E que vai ao ar neste sábado 19hs (Brasil- http://www.fm107rc.com.br/) e logo mais vc pode reouvir aqui no Rádio Forma & Elenco, clicando no link logo aí em baixo.



  Marcio Montarroyos (clicar para imagem maior)

Neste programa também, uma simples homenagem á um grande instrumentista brasileiro, falecido na última quarta feira dia 13, Marcio Montarroyos.
















.
.
.
==============================================================================
Na seleção musical deste sabado /
Muzikale selectie van deze zaterdag



Quarteto em Cy e Carlos Lyra
Manfredo Fest Trio
Ivan Lins e George Benson
Tom Jobim
Moacir Santos e muito mais....








Baixar / Downloaden
Aqui / hier >> - part 1 - - part 2

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Wilson Simonal - Tem Algo Mais (1963)


Este é o primeiro LP do Wilson Simonal. Quem espera que "Tem Algo Mais" é um disco de samba vai se supreender, este é um album com Wilson Simonal cantando Bossa Nova. Os arranjos são do Maestro Lyrio Panicalli.

Faixas:

01 - Tudo de Você (Marcos Valle / Paulo Sergio Valle)
02 - Amanhecendo (Roberto Menescal / Luis Fernando Freire)
03 - Telefone (Roberto Menescal / Ronaldo Bôscoli)
04 - Saudade (Silvio César)
05 - Samba Cromático (Jair Amorim / Carlos Cruz)
06 - Menina Flor (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
07 - Lágrima Flor (Billy Blanco)
08 - Balanço Zona Sul (Tito Madi)
09 - Menino Triste (Gracindo Jr. / Rildo Hora)
10 - Meu Comportamento (Chico Feitosa / Marcos de Vasconcellos)
11 - Samba É Verbo (Édson Menezes / Alberto Paz)
12 - Manhã no Posto Seis (Armando Cavalcanti)

Baixar / Downloaden Link

sábado, 8 de dezembro de 2007

Início dos anos 60 e a popularização do termo e da BOSSA NOVA

Programa de sabado, 08 de dezembro 2007

Com a gravação do segundo LP de João Gilberto (O Amor, o Sorriso e a Flor), em 1960, e logo mais em 61 seu último LP pela ODEON (como apresentamos na semana passada). Estaria consolidado os pilares deste
movimento tão marcante e importante para nossa historia. Na época ainda não se tinha esta visão. Mas o fato é que o termo BOSSA-NOVA, passou a se tornar popular, e digamos, virou moda.

Neste início dos anos 60 se voçê folheasse uma revista com certeza iria encontrar o termo BOSSA NOVA. Foram lançados eletrodomésticos rotulados de BN, como a geladeira "Príncipe Bossa Nova" e até máquina de lavar. Tudo que fosse diferente, inovador, era BN. Até quando o Flamengo venceu o invencível Santos de Pelé, foi uma "goleada Bossa Nova", alem de sapatos, roupas, edifícios e mais uma centena de quinquilharias, tudo BN.

Wilson SimonalCom a moda "BN", não foi incomum que diversos cantores, dos mais variados gêneros, quisessem aderir ao movimento. Muitos se deram bem, outros nem tanto.

Cantores que vieram do cha-cha-chá, como Wilson Simonal, ou Alayde Costa, que cantava boleros (foi convertida por João Gilberto), Lenny Andrade, do jazz, se adaptaram bem a transição.

Nomes já famosos, e ditos precurssores do movimento, como Dick Farney, Lúcio Alves e Tito Madi, na época não se integraram diretamente, se sentiram um pouco injustiçados (mas o tempo corrigiu isso).
E como não poderia deixar de ser, apareceram em pencas adesões meramente oportunistas, dos mais variados gêneros.


Cantores de estilos muito diferentes á BN, como o operístico Agnaldo Rayol, ou Anísio Silva, foram desaconselhados a não se exporem a possíveis vexames. Carlos Imperial


Até Carlos Imperial, que na época tinha um programa na tv Tupi chamado "Clube do Rock", tentou tranformar seus pupilos em Bossanovistas (Frustrada tentativa).


Um deles inclusive, tentou sozinho mesmo. Depois de ver João Gilberto se apresentando na Boate Plaza, no Rio, ficou tão impressionado, que resolveu adotar seu estilo, e tentou por alguns anos emplacar, mas a coisa não pegou. Este rapaz compôs até uma musica que ele tentava cantar em todas as canjas da BN. Tentou, tentou, mas não pegou. Em breve este rapaz encontraria seu estilo próprio, o seu nome era Roberto Carlos. Roberto parece não gostar muito de falar sobre esta sua fase inicial, inclusive nunca autorizou o relançamento de seu primeiro disco "Louco por Voçê", que ilustra exatamente estas suas tentativas de cantar igual João Gilberto.

Tudo isso é história, estas e outras vc pode ouvir neste F&E deste sábado, e que logo vem aqui para o site. Um abraço a todos, meu e do Martoni.

Literatura indicada: "Chega de Saudade" de Ruy Castro (Companhia das letras)"



==============================================================================
Na seleção musical deste sabado /
Muzikale selectie van deze zaterdag:


Tom Jobim e Miucha
Dori Caymmi
Tamba Trio
Marcos Valle
Raul de Souza
Baden Powel e muito mais.......






Ouvir / Beluisteren



Baixar / Downloaden
Aqui / hier >> - part 1 - - part 2

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Os 3 primeiros LP's de João Gilberto

De eerste 3 LP's van João Gilberto
O terceiro LP de João Gilberto foi o tema de Forma & Elenco de sabado 1 de dezembro 2007. Os amigos de Rádio Forma e Elenco podem encontrar os primeiros LP's de João Gilberto em muitos outros blogs, por exemplo no Loronix. Mas para facilitar, apresento aqui todos 3 juntos.

De derde LP van João Gilberto was het thema van het programma van Forma & Elenco van zaterdag 1 december 2007. De vrienden van Rádio Forma & Elenco kunnen de eerste LP's van João Gilberto in vele blogs vinden, bv Loronix. Maar voor het gemak plaats ik de drie eerste LP's hier bij elkaar.




==========================================================================


- O primeiro LP - - De eerste LP -
João Gilberto - Chega de Saudade (1959)

Ninguem melhor que o proprio diretor musical deste projeto, Antonio Carlos Jobim, para fazer um comentário sobre João Gilberto. Veja o texto da contra-capa do LP.

"João Gilberto é um baiano, "bossa-nova" de vinte e seis anos. Em pouquíssimo tempo, influenciou tôda uma geração de arranjadores, guitarristas, músicos e cantores. Nossa maior preocupação, neste "long-playing" foi que Joãozinho não fosse atrapalhado por arranjos que tirassem sua liberdade, sua natural agilidade, sua maneira pessoal e intransferível de ser, em suma, sua espontaneidade. Nos arranjos contidos neste "long-playing" Joãozinho participou ativamente; seus palpites, suas idéias, estão todas aí. Quando João Gilberto se acompanha, o violão é ele. Quando a orquestra o acompanha, a orquestra também é ele. João Gilberto não subestima a sensibilidade do povo.
Ele acredita, que há sempre lugar para uma coisa nova, diferente e pura que - embora à primeira vista não pareça - pode se tornar, como dizem na linguagem especializada: altamente comercial. Porque o povo compreende o Amor, as notas, a simplicidade e a sinceridade. Eu acredito em João Gilberto, porque ele é simples, sincero e extraordinàriamente musical.

P. S. - Caymmi também acha. "


...................................................................Antonio Carlos Jobim


Tracks:

01 - Chega De Saudade
02 - Lobo Bobo
03 - Desafinado
04 - Brigas, Nunca Mais
05 - Hô-Bá-Lá-Lá
06 - Saudade Fez Um Samba
07 - Maria Ninguem
08 - Rosa Morena
09 - Morena Boca De Ouro
10 - Bim-Bom.mp3
11 - Aos Pés Da Cruz
12 - É Luxo Só

Baixar / Download - - Aqui / hier (192 kbps)

==========================================================================

- O segundo LP - - De tweede LP -
João Gilberto - O Amor, o Sorriso e a Flor (1960)





Aqui tambem temos o comentário do Tom Jobim:

Texto da contra-capa:

"Em janeiro, não aguentei mais e subi a serra. Todos sabem como foram as águas em 60. Como choveu! Cheguei à fazenda, meti-me numas calças velhas e esperei a chegada daquela burrice calma que nos dá nove horas de sono sem sonhos. O mau tempo e o barro mantinham a todos presos em casa. Bom era quando odia amanhecia melhorzinho e eu e meu filho, ainda de pijama, íamos ver o trabalho das formigas cortando as roseiras do jardim. Mas qual! Quando o sol começava a querer esquentar vinha logo a chuva e nós corríamos para dentro. Uma noite, já ia apagar os lampiões, quando ouvi o motor de um carro que pelejava para subir a rampa. João Gilberto e Sra. estavam chegando. Tínhamos combinado que ele viria, mas, devido ao mau tempo já não acreditávamos que Joãozinho chegasse, e logo de taxi! Depois ele me contou que, atolado na lama, esperou um trator puxar o carro. Vinha cansado e descansou uns dois dias.
Então começamos a trabalhar. Fugíamos da sala onde brincavam as crianças prêsas pela chuva. Íamos para um dos quartos vazios, com fôrro de madeira, que aliás dão boa acústica. Lá, longe da cidade e do telefone, trabalhamos sossegados uns dez dias. De vez em quando o trabalho era interrompido pelas crianças que irrompiam no quarto trazendo algum filhote de tico-tico ou de coleiro "caído" do ninho. Nessa época do ano a trepadeira da varanda fica cheia desses ninhos de passarinhos pequenos. Às vêzes também as patroas entravam com um café cheiroso, biscoitos, e ficavam alí um pouco. Quando o tempo melhorava vinha o sol quente. Tomávamos banho de cachoeira e íamos flanar um pouco pelas redondêzas. Aí Joãozinho partiu. Dias depois recebo um recado; o disco estava atrazado e o Aloysio havia marcado a gravação. Desci também e começou a correria: estúdio, cópias, músicos. E tudo foi feito num ambiente de paz e passarinhos.


P. S. - As criancas adoraram "O Pato".

..................................................................Antonio Carlos Jobim


Tracks:

01 - Samba de Uma Nota Só
02 - Doralice
03 - Só em Teus Braços
04 - Trevo de Quatro Folhas
05 - Se ‚ Tarde, me Perdoa
06 - Um Abraço no Bonfá
07 - Meditação
08 - O Pato
09 - Corcovado
10 - Discussão
11 - Amor certinho
12 - Outra vez

Baixar / Download - - Aqui / hier (128 kbps)
==========================================================================

- O terceiro LP - - De derde LP -

João Gilberto - João Gilberto (1961)



Este LP foi o tema do programa de F & E de sabado 01 de dezembro. Veja para mais detalhes.

Tracks:

01 - O Samba da Minha Terra
02 - O Barquinho
03 - Bolinha de Papel
04 - Saudade da Bahia
05 - A Primeira Vez
06 - O Amor em Paz
07 - Voce e Eu
08 - Trem de Ferro - Tremzinho
09 - Coisa Mais Linda
10 - Presente de Natal
11 - Insensatez
12 - Este Seu Olhar

Baixar / Download - - Aqui / hier (320 kbps)
==========================================================================
Aqui completa a relação dos primeiros tres LP's do João Gilberto gravado pela Odeon.

Abraços, Martoni